Prestar assessoria política, técnica, administrativa e em educação financeira a movimentos e grupos populares e a organizações

A Educação da economia popular solidária surgiu a partir das praticas de educação popular.

A Economia Popular Solidária (EPS) é uma estratégia de desenvolvimento sustentável e solidário fundamentada na organização coletiva de trabalhadores e trabalhadoras com interesse de melhorar a qualidade de vida e valores, por meio do trabalho associado, cooperativado ou mesmo em grupos formais e informais. A economia solidária é uma maneira de combater as desigualdades do atual sistema econômico e de construção de outro modo de produzir, consumir e de pensar as relações entre as pessoas, recuperando o sentido político do produto do trabalho e promovendo uma reapropriação da economia no contexto social, histórico e politico.

A economia solidária torna-se parte das ações de resistência ao avanço do neoliberalismo, ao patriarcado, ao racismo, a luta pela terra construindo rupturas com o modelo hegemônico capitalista que aponta para exaustão da vida.

Ao organizar o trabalho com base nos princípios da cooperação, solidariedade e da autogestão, a economia popular solidária busca questionar a produção orientada pela máxima exploração da natureza e do trabalho, pela alienação dos trabalhadores no processo. Essa educação com base em outros princípios de produção cria a necessidade nos trabalhadores de reapropriação dos seus produtos de trabalhos gerando compreensões essenciais à evolução da vida.

O SAR (Serviço de Assistência Rural e Urbana), que atua em 4 regiões do Estado: Agreste litoral sul, Potengi, Mato Grande e Região metropolitana da Grande Natal fortalece e apoia grupos de Economia Popular Solidária voltado à emancipação social, política e econômica de comunidades em situação de pobreza. Cerca de 55 municípios do Estado são alcançados pelas ações e atividades de projetos e educadores popular para públicos diversos, formados por adolescentes, jovens, grupos de cultura, trabalhadores/as, mulheres, populações rurais e urbanas, migrantes, comunidades em situação de risco, famílias beneficiadas pelo Programa Bolsa-Família, quilombolas, indígenas, assentados, etc.

Linhas de Atuação

Contato

Av. Floriano Peixoto,675 - Tirol Natal/RN - Brasil - 59.020-500

+ 55 84 3615 2800

sar@sarrn.org.br